Uma preguiça e aquele receio...

Estava conversando com um grande amigo... tão amigo, que é quase um cú! rs

E ele me contou que seu namorado, depois de quase 7 anos (se não me engano) que namoram, lhe perguntou:

- Meu, porque você continua comigo?

 E meu amigo respondeu:

- Porque eu tenho preguiça!

Esse meu amigo é um barato... e sabe... que fiquei pensando no que ele falou... realmente as vezes dá uma preguiça!


Sabe, preguiça de começar tudo de novo... com outra pessoa... Se acostumar com outros defeitos e preconceitos, mostrar quais são os seus... Ter de se fazer entender , e explicar, por exemplo, a minha agenda atribulada de atividades... Conhecer a família... e de novo convencer os pais de que é uma boa pessoa...Perguntar quantos anos tem?Onde mora? Qual a história de seus relacionamentos...!rs Adquirir confiança e... blablablá!


Aí depois tem mais...depois da preguiça vem o “medo” ...


É sabe, ter receio de não ter momentos que foram tão especiais...

* Foi tudo tão lindo... por um breve momento tive receio de não ter mais! Um bobeira, eu sei... Nesse momento tudo isso passou por minha cabeça, afinal: recordar é viver!

Com ele... me sentia segura, recebia cartas de amor, com até contratos de casamento!


Com ele... eu dava risada quando me olhava com os olhos miudinhos e corria do lado do ônibus em que eu estava, para ficar me olhando...
Com ele...eu errava, ele ficava bravo, mas entendia minhas “encenações” e me fazia compreender que elas não eram necessárias... Nunca me impedia de sair...
Com ele... fiz descobertas pouco a pouco...  e conheci a persistência e paciência... e alias demorei quase 2 anos para me entregar...rs
Com ele... passei vários ano-novos, compartilhei muitas alegrias e tristezas...
Com ele... superei diversas dificuldades, quando nossas famílias eram "opostas" ao nosso relacionamento.
Com ele... aprendi a ser menos ciumenta!
Com ele... eu chorei de emoção ao ouvir essa canção e receber um singelo café da manhã na cama...

video

Com ele... eu vi que o amor poderia ser diferente do que eu sempre via, nos apaixonávamos todo dia, e quando nos falávamos, continuamos ter aquele doce carinho um pelo outro...
Com ele... comprovei que, o amor pode surgir de novo, quando se tem alguém especial ao seu lado!
Com ele... eu aprendi mesmo a fazer o cubo mágico... (quanta paciência!)


Com ele... aprendi a ter mais auto confiança, ultrapassar algumas barreiras minhas, e ser mais decidida em relação as minhas vontades (e não a de meus pais...)
Com ele... eu brinquei, sorri, corri, e passei por diversas fases diferentes... de dinheiro, sem dinheiro, trabalhos muito diferentes, cursinho, cirurgias (até dei banho nele), ensino médio, superior,concurso público...
Com ele... eu ficava tranqüila se entrava um cisco no meu olho, porque eu sabia que ele conseguiria tirar com a maior delicadeza...
Com ele... eu tive uma pequena cena de filme (na realidade várias), quando, durante a noite, vários homens de terno, juntos, tocam a campainha, e abro a porta de minha casa, e de repente, todos ao mesmo tempo, abrem espaço para um único ser, me entregar uma rosa!


Com ele... eu aprendi a ter mais cuidado com meu quarto, e pude saborear milk-shakes maravilhosos!
Com ele... eu me surpreendia, com surpresas (como nos nossos  3 anos), ou quando me mandava “multas” de beleza ou deixava bilhetes na porta de minha casa...

Com ele... eu sorria e até chorava de emoção, de ouvir uma voz desafinada cantando ao telefone para mim...rs
Com ele... toquei e até compus músicas,  ultrapassei barreiras da família, cabulei aula, ensinei a dançar, vi aprendendo a dirigir, entrei junto na faculdade...
Com ele... ah, com ele... eu tinha muitos sonhos!

Nenhum comentário: