Alimentem o amor...


Na hora de conquistar alguém, as pessoas movem o mundo para ter a pessoa: Dão flores, cartas, presentes, ligam, demonstram sentimentos, elogiam o outro... No início é tudo um mar de rosas, mas depois, começam os problemas, as brigas e toda aquela conquista se acaba e inicia o processo de achar defeitos no outro. Aquilo que era lindo se torna um pesadelo.
Acredito que a maioria dos relacionamentos passam por isso. Mas eu me pergunto: Porque não aceitar os defeitos do outro? Porque não ser mais compreensível ao espaço que o outro precisa? 
Porque não conquistar o outro todos os dias? As pessoas acreditam que porque já estão juntas, não precisam alimentar o amor. E acontece aquele momento triste quando tudo se acaba por falta de demonstração de sentimentos.



Eu dou um conselho a vocês:

Ama? Demonstre, diga, ligue, escreva, mas não deixe o outro não se sentir amado. Não gostou de alguma coisa? Fale, reclame, mostre o problema ao outro e resolvam juntos. Está precisando de um tempo para pensar? Se dê esse tempo, peça ao outro que compreenda e repense no melhor para você. Ninguém precisa manter algo que não o faz feliz para não machucar a outra pessoa.

E principalmente: Se conquistem todos os dias, alimentem o amor, se amem hoje sem medo. Amanhã poderá ser tarde demais...

Faça uma entrevista com suas crenças...



Duvidar de tudo, ou crer em tudo... ?
São duas soluções igualmente cômodas, que nos dispensam, ambas, de refletir.

Sinto sem saber...


Não há tortura maior do que embriagar-se de saudade. Essa que entope o coração, que aperta a alma, que nos faz engasgar de palavras. Tenho saudade do que passou e ficou amassado dentro de mim. Do rascunho que fiz e que não deu tempo de passar a limpo. Dos costumes que eu tinha e hoje não passam de lembranças. Da minha falta de preocupação na minha infância.



Sinto falta de mim, da leveza que me levava fácil para lugares onde eu nunca fui. Sinto saudades do meu rosto cru e dos meus cabelos voando na direção contrária. Das coisas que eu acreditava e me traziam calmaria. Da fé que eu tinha sem saber o significado de sentir qualquer coisa parecida. Da minha ingenuidade de quando eu aceitava tudo sem reclamar de nada. Dos meus desejos simples e do meu fácil comodismo pelas coisas.

Hoje, eu costumo analisar demais, pensar antes de agir, comparar o antes com o agora. Se vem depressa ou se demora. E quando a saudade se mistura com a incerteza, vira uma grande angústia. A obrigação de ter paciência com as coisas me devora. Já não sei mais o que é certo ou o que é errado. O que me faz bem, o que me faz mal e o que não me faz absolutamente nada. Sei que, quem eu fui me mostra claramente quem eu sou. A diferença é o que eu sinto hoje, quando chega amanhã já se passou...

Umas das soluções: palavras escritas...

É estranho como tudo não faz sentido algum, como o poder de uma palavra causa tantos estragos. Se tudo que mais importa é a capacidade de entender o que se passa dentro do coração de alguém. Gestos definem a capacidade de compreensão, interpretação das palavras ditas pelo instante em que duas pessoas se dispõem a entender uma á outra.

Nem sempre falar significa colocar suas opiniões a disposição da compreensão de alguém. Tampouco é fácil dizer tudo aquilo que realmente se sente, a respeito de algo, ou sobre alguém. Com o tempo aprendemos que um olhar diz mais do que muitas palavras, e nada é mais belo do que se expressar da melhor forma possível, mas é claro quando se sabe dizer tudo o que se pensa sem ferir ninguém.

O problema é justamente quando você não sabe o que dizer, ou como dizer. Principalmente dizer o que se sente por alguém. Espero um dia conseguir dizer o que sinto. É confuso, mas depois de um tempo, fica um pouco mais claro certos medos. Por vezes, a única solução é por tudo que sentimos, ou gostaríamos de falar, em palavras escritas. Até porque um dia tudo muda, e a gente também.

Românticos pirados e desvairados...


Românticos são poucos, são loucos
Desvairados
Que querem ser o outro
Que pensam que o outro
É o paraíso...

Românticos são lindos
Românticos são limpos......................

Pirados

Que choram com baladas

Que amam sem vergonha
E sem juízo...





São tipos populares
Que vivem pelos bares
E mesmo certos
Vão pedir perdão

Que passam a noite em claro
Conhecem o gosto raro
De amar sem medo
De outra desilusão...

Romântico
É uma espécie em extinção!

Românticos são poucos
Românticos são loucos
Desvairados, pirados...
Como eu!


Cada ser humano vem ao mundo como um ser bom...

Há uma tribo africana que tem um costume muito bonito...

Quando alguém faz algo prejudicial e errado, eles levam a pessoa para o centro da aldeia, e toda a tribo vem e o rodeia. Durante dois dias, eles vão dizer ao homem todas as coisas boas... que ele já fez.



A tribo acredita que cada ser humano vem ao mundo como um ser bom, cada um de nós desejando segurança, amor, paz, felicidade.

Mas às vezes, na busca dessas coisas, as pessoas cometem erros. A comunidade enxerga aqueles erros como um grito de socorro.

Eles se unem então para erguê-lo, para reconectá-lo com sua verdadeira natureza, para lembrá-lo quem ele realmente é, até que ele se lembre totalmente da verdade da qual ele tinha se desconectado temporariamente:"Eu sou bom".

Sawabona Shikoba!


SAWABONA, é um cumprimento usado na África do Sul e quer dizer:

"EU TE RESPEITO, EU TE VALORIZO, VOCÊ É IMPORTANTE PRA MIM".

Em resposta as pessoas dizem SHIKOBA, que é:

"ENTÃO, EU EXISTO PRA VOCÊ".

Reelendo esse costume africano, não pude deixar de fazer uma comparação com uma história que tem me servido de inspiração para o roteiro de 10 anos do meu amado grupo Coral Esperança do Mundo...


"A Lua e a Princesa" de Daisaku Ikeda

Você sabia que a dona Lua observa todas as crianças durante a noite? Ao observar Satiko, ela fica muito preocupada pois a menina é fraca e não gosta de se alimentar. Numa viagem emocionante e reveladora, Satiko descobre que todas as crianças, de todas as partes do mundo, são príncipes e princesas no País da Lua. Isso muda completamente sua vida... (resenha)

História essa que também vem embasada naquilo que acredito... no potencial ilimitado de cada ser humano, que na filosofia budista é chamado de estado de buda... mas...

(Estado de BUDA - O que é?)

Macrocosmo e Microcosmo... tudo é simples e complexo!

Imagine um relógio, daqueles que funcionam com engrenagens, com peças de todos os tipos e tamanhos. Cada uma delas movimentando-se no momento e direção "certa". Maravilhoso, não?

MAS, é inevitável que em algum momento comece a existir alguns atrasos, por causa da sujeira, algo sai do lugar, ou até porque uma peça enferrujou... Normal... Tudo tem CICLOS, até mesmo um relógio!
E então fazemos uma limpeza nele, colocamos óleo, e talvez até troquemos algumas peças que serão utilizadas para outra finalidade... E o relógio volta a funcionar...

E suponho que assim seja nossa vida... o MUNDO... que roda, roda, como o relógio. E nós as diferentes engrenagens, peças, que devem se movimentar de diversas formas, mas com a mesma energia... (que é diferente de ritmo... mesma energia no sentido de saber que sua movimentação está completamente interligada com a do outro).
E as vezes, precisamos de uma limpeza, um óleo, que acredito que equivale a prática e o estudo da vida (um dos princípios da filosofia budista), para que tudo flua com mais facilidade. Mas imagina se cada peça teimar em funcionar sozinha, cada uma por si mesma, o relógio permaneceria quebrado...


Bom, quis começar com essa analogia para exemplificar o quanto cada um de vocês tem uma grande missão dentro de nossa jornada da vida, e de nosso caminho que é o Kossen-Rufu (cujo significado literal é paz mundial), lembrando que essa "paz" não é um ponto de chegada, onde tudo é lindo e maravilhoso, longe disso, se trata de uma grande correnteza, dessa busca, contínuapor cada vez mais revoluções humanas... e mais especificamente, agora, o quanto vocês são importantes no Distrito Jordanópolis, pois como diz uma frase: "Se queres transformar universalmente, mude seu bairro"
E então fiquei refletindo: O que nós, que estamos aqui nesse momento (niji), podemos fazer pela mudança do ser humano e consequentemente do mundo? Mas não seria tão pouco o que fazemos aqui? Tudo parece não mudar, ou é tão devagar... as vezes parece que somos tão insignificantes... e então comecei a ler muitos textos, reflexões, histórias... sem querer me deparei com a frase:

"O que é verdade para uma gota é verdade para um oceano"
Dion Fortune

Me aprofundei mais nesse conceito... O quanto é interessante que as mesmas partículas que se tem num oceano inteiro, tem numa gotinha... e eis minhas anotações onde inicio um rascunho (interminável) de respostas as perguntas que refleti...

O microcosmo e o macrocosmo estão em ressonância e tudo é interdependente. Este princípio, não vem só do budismo, esta presente tanto na astrologia quanto na física...
Para muitos o "destino" parece imutável, alias, difícil não pensar assim quando tudo o que está a nossa volta é para que pensemos assim, e aqueles que estão no "poder" quer que acreditemos nisso... que a vida sempre foi assim, Deus quis, e não tem como mudar...
Já para outros a mudança parece possível, mas os resultados são mínimos...

Em ambos os casos a INÉRCIA acontece porque a pessoa AINDA acredita que a MUDANÇA depende mais de FORÇAS EXTERNAS! Uma visão bastante prejudicial para realizar nossos objetivos, e por isso muitas pessoas se sentem RESIGNADAS e DESISTEM de agir...
A vida se torna APÁTICA e os sonhos ficam ADORMECIDOS...
Dominada pelo medo, seu cotidiano aumenta o sofrimento...
E então funcionamos com a imagem mental do PASSADO... presos nas histórias que já aconteceram... É como se dirigíssemos um carro olhando SOMENTE o RETROVISOR. Não enxerga inúmeras possibilidades, não enxerga o presente e muito menos vislumbra um futuro diferente!

É claro, uma gota d'água, lançada contra um muro, não tem força suficiente para quebrá-lo. Mas essa gota no oceano adquire força proporcional ao tamanho do mar...
e isso pode significar que a transformação da nossa postura mental provoca uma mudança em nossa essência, influência nossas células e nosso AMBIENTE EXTERNO, porque nossa VIDA é o próprio UNIVERSO!

Mas é fácil mantermos essa força universal, nosso máximo potencial? nenhum pouco...
Então entendo que estar juntos das outras gotas, compartilhando dessa vida com outras pessoas, inspirando uns aos outros, é o ponto fundamental para continuarmos a correnteza, e quebrar elevados muros se for preciso...

Fácil acreditar nisso e sair da "caverna" que a sociedade nos impõe? e sobrepujar nossos medos?



E no fundo, tudo fica mais fácil quando estamos sintonizados... Um outro exemplo é da própria natureza...
O voo dos gansos... eles andam em V, e demonstram liderança e companheirismo... mas, porquê? Nessa formação, se permanecem em sintonia, juntos, o esforço é menor... se um deles sai da formação do grupo, ele sente a resistência do ar... Se o líder cansa vai para o final da formação e alguém assume seu lugar... Se um ganso é ferido ou abatido, outro o acompanha até sua descida... Partilham a liderança, as tarefas, as dificuldades...
Incrível o quanto nos ensinam... o trabalho em equipe que é um grande desafio, mas também um privilégio quando acolhemos os dons e as capacidades de cada um...

E então "conclui" que o que fazemos não é pouco, e o que fazemos juntos é ainda mais significativo.
Não somos insignificantes pois somos também o universo, e podemos gerar enormes ondas com nosso movimento... "As vezes um acontecimento sem importância é capaz de transformar toda a beleza em um momento de angústia. Insistimos em ver o cisco no olho, e esquecemos as montanhas, os campos e as macieiras..." (P. Coelho)

Quero encerrar com um vídeo de um projeto multimídia chamado Playing for Change, criado para inspirar, conectar e trazer uma certa "paz" através da música... A música que tem o poder de quebrar fronteiras e superar distancias entre as pessoas. Não importa que venham de origens diferentes, a música é universal, transcende e une a raça humana...



O que não faz parte da luta é ficar paralisado de medo...

Conhecimento sem transformação não é sabedoria!

Muitas pessoas se fascinam pelos detalhes e esquecem o que procuram...

Sozinho vamos mais rápido, juntos vamos mais LONGE!
Provérbio Africano

Digerindo...

"O homem só é feliz pelo supérfluo. No comunismo, só se tem o essencial...
Que coisa abominável e ridícula!"


"Vivemos numa época onde nada é tão indispensável quanto as coisas supérfluas"


"O supérfluo é uma coisa extremamente necessária"


 "A amizade é supérflua, como a filosofia, a arte. 
Não tem valor de sobrevivência...


(...) mas é daquelas coisas que dão valor a sobrevivência."


ocupadas, tudo... nada, cansadas!

O primeiro sintoma de que estamos matando nossos sonhos é a falta de tempo!


As pessoas mais ocupadas têm tempo para tudo
As que nada fazem estão sempre cansadas...

Que sentido?!?



Estado de BUDA - O que é?

Procurei sintetizar o que era esse BUDA... (Na perspectiva do budismo de Nitiren Daishonin)

Afinal vejo muitos pensando que isso é um estado inatingível, fora de alcance, que transcende a capacidade humana, que tem que ser debaixo da árvore, em reclusão, ou até, apenas uma substituição de Deus... Não é bem assim... 

(Tudo bem que existem vertentes, dos budismos que não "evoluíram" na ideia de que desejos podem também nos conduzir a felicidade, e acreditam ser mais interessante excluir os desejos se afastando de tudo e de todos... mas essas vertentes cabe em outro post...)


Budismo é a denominação dada aos ensinos do Buda. Do sânscrito, buddha foi o título honorífico dado a Sidharta Gautama, criador da doutrina filosófica e fundador do budismo, bem provavelmente no século VI a.C., na Índia. Que depois foi denominado Buda Sakyamuni e blábláblá...


(na real, é porque na cultura oriental, eles adoram mudar o nome durante a vida...rs brincadeiras à parte, tem todo um significado as mudanças de nomenclatura, mas não cabe nesse texto agora...)

O significado do termo Buddha é "O iluminado" 


(Ohhhh, uma lâmpada?! Só que não! kkkkk)

Mas o que vem a ser essa iluminação na filosofia? No sentido mais prático:

1. Não há distinção entre a divindade (Buda) e a humanidade (mortais comuns). Em nenhum sentido o Buda é tido como um ser superior, supremo ou transcendental. É uma condição presente em qualquer ser vivente.

2. É a filosofia do "conhecer a si próprio com profundidade e propriedade".

3. "Iluminar" é uma metáfora para "compreender" a vida.

4. Na prática, significa reconhecer a essência da vida para remover a escuridão e a ilusão ali instaladas por especulações promovidas por práticas religiosas que deram outro sentido à vida que não o original.

5. Promover mudanças em si mesmo e, consequentemente, nas suas próprias atitudes, a partir do entendimento do mecanismo de funcionamento da vida, de sua vida...

E então, nas reticências da vida, você vai percebendo que a frase
"A vida não é uma pergunta a ser respondida. É um mistério a ser VIVIDO!" Buda Sakyamuni 

é VIVER e descobrir o SEU caminho do MEIO!


Hmm.. logo mais o post sobre o que é esse caminho do meio... sobre as vertentes do budismo... e as mudanças de nomenclatura da cultura oriental...

Mais vivo, comigo, o amor está em mim, eu te levo assim!

Porque eu sei que é amor <<<...........................................................................
.................................................................................>>> Não peço nada em troca!

Não peço nenhuma prova... prova?

Mesmo que você não esteja AQUI
O amor está AQUI

                  Mesmo que você tenha que partir                     O amor não há de ir
Embora                                          Agora

Eu sei que é pra sempre, enquanto durar
Eu peço somente o que eu puder dar...
O que eu posso dar?

Porque eu sei que é amor?

Sei ... cada palavra importa

Sei ... só há uma resposta


Mesmo sem porquê eu te trago AQUI
O amor está AQUI

                                   Mais vivo                                                 Comigo

             O amor está em mim               Mesmo sem porquê eu te levo assim

Encontro de vida a vida!

A preocupação com o bem estar da humanidade deve ser o ponto de partida de tudo na sociedade. Pode parecer óbvio que tudo começa a partir do contato com outra pessoa, mas acho que muitos se esqueceram disto...
Uma sociedade em que a autoridade, a fama, as formalidades têm precedência sobre a humanidade não é uma sociedade admirável!


Somente quando a própria humanidade atinge essa hegemonia, é possível avançar significativamente na busca de soluções para os problemas de nossa época e a apatia que assola as relações humanas de hoje.
A base de qualquer religião são os seus ensinamentos.
Contudo, para uma religião estar viva e dinâmica, para uma filosofia viva, ela deve ser transmitida por meio da interação de pessoa a pessoa. uma religião humanista, acima de tudo, não pode existir separada dos seres humanos.

Somos todos diferentes!



O filme conta a história de uma criança que sofre com dislexia e custa a ser compreendida. Ishaan Awasthi, de 9 anos, visivelmente entra em depressão, sentindo falta da mãe, do irmão mais velho, da vida... e a filosofia do internato é a de disciplinar cavalos selvagens. 


Inesperadamente, um professor substituto de artes entra em cena e logo percebe que algo de errado estava pairando sobre Ishaan. Não demorou para que o diagnóstico de dislexia ficasse claro para ele, o que o leva a por em prática um ambicioso plano de resgatar aquele garoto que havia perdido sua réstia de luz e vontade de viver.

Semente que sente...


"Surgiu sem palavras, 
entre murmúrios 
que somente se escutam 
no sibilar do vento


  (...) e assim reencontrar o melhor 
— o sumo e a semente — 
de si mesmo" 

CCC

                         
                   

Entrega realizada com sucesso.

Vamos esperar
esperar
esperar...

o tempo dizer...

normais?



As pessoas giram...
giram...
giram...
na mesma roda gigante...
e ainda acham que são normais?!?

Quando os ingredientes já não compõem... a mesma receita?


Aquela gota salgada está atrapalhando minha visão...
Já não consigo enxergar o outro lado da rua...
Escorregam em meu rosto, e os lábios sentem mais sede de água...
Tudo porque não sei se estou colocando o ingrediente certo nesse bolo...

Para se atingir o objetivo do bolo, ele precisa ficar o mais homogêneo possível, 
ainda que sejam ingredientes muito diversos... e assim crescer e ficar saboroso!

Amo, amo, amo leite em pó, mas será que esse componente vai trazer ao bolo sua melhor forma?

Estou a refletir... faz dias... 

Qual a medida desse leite em pó no meu bolo?


Qual a medida do meu chocolate no bolo dele?


E será que nossos ingredientes não estão como o óleo e água?


...
...
...
...


São tantas as indagações, e talvez o erro seja a minha busca incessante de um bolo com muito recheio, daqueles que agradam a maioria e também a mim... mas...
Até que ponto a minha querência de leite em pó pode estar apenas colaborando
com um bolo murcho?


Ou, não é pra fazer essa receita agora... esses ingredientes devem ser usados para fazer pão nesse momento...

COMO SABER?

Ah, essa minha densidade da ÁGUA!

Porque hoje... hoje (?)




Amanhã desviro o sapato,
coloco o controle no lugar.

Amanhã eu lavo a louça
e arrumo o quarto.

Amanhã eu me apaixono,
eu nego e não aceito.
Amanhã desapaixono
e promovo o desapego.


Amanhã troco o lençol,
sonho, planejo e bocejo...

Amanhã eu acordo tarde e durmo cedo.

Porque hoje... hoje eu quero deixar para amanhã.

Hipoglicemia e lembranças desordenadas

Acho que nos falamos, não lembro direito, você olhava nos meus olhos e eu estava dispersa, não olhava pra você, não olhava para nada, talvez olhasse para dentro, não lembro.

Lembro apenas de algumas coisas que você me dizia: preste atenção em mim, eu cansei, eu vou embora.

Acredito que tenha despertado já no final da conversa, quando você abria a porta e passava por ela com todas as suas coisas.

Eu não corri atrás.

Estava cansada, de tudo... talvez nem fosse canseira, mas só outro caminho, outras escolhas...

No final, bom, ... no final, era só falta de açúcar!

Vem fazer arte comigo?!



O tempo que você 
GOSTA de perder, NÃO é tempo perdido...

Folha em branco!

Certo dia, um professor chegou na sala de aula e disse aos alunos para se prepararem para uma prova-relâmpago. Todos acertaram suas filas, aguardando assustados o teste que viria. O professor foi entregando, então, a folha da prova com a parte do texto virada para baixo, como era de costume. Depois que todos receberam, pediu que desvirassem a folha. Para surpresa de todos, não havia uma só pergunta ou texto, apenas um ponto negro, no meio da folha.

O professor, analisando a expressão de surpresa que todos faziam, disse o seguinte:

- Agora, vocês vão escrever um texto sobre o que estão vendo.

Todos os alunos, confusos, começaram, então, a difícil e inexplicável tarefa. Terminado o tempo, o mestre recolheu as folhas, colocou-se na frente da turma e começou a ler as redações em voz alta. Todas, sem exceção, definiram o ponto negro, tentando dar explicações por sua presença no centro da folha. Terminada a leitura, a sala em silêncio, o professor então começou a explicar:

- Esse teste não será para nota, apenas serve de lição para todos nós. Ninguém na sala falou sobre a folha em branco. Todos centralizaram suas atenções no ponto negro. Assim acontece em nossas vidas...

Temos uma folha em branco inteira para observar e aproveitar, mas sempre nos centralizamos nos pontos negros. A vida é um presente da natureza dado a cada um de nós, com extremo carinho e cuidado. Temos motivos para comemorar sempre! A natureza que se renova, os amigos que se fazem presentes, o emprego que nos dá o sustento, os milagres que diariamente presenciamos. No entanto, insistimos em olhar apenas para o ponto negro! O problema de saúde que nos preocupa, a falta de dinheiro, o relacionamento difícil com um familiar, a decepção com um amigo. Os pontos negros são mínimos em comparação com tudo aquilo que temos diariamente, mas são eles que povoam nossa mente. Pense nisso! Tire os olhos dos pontos negros de sua vida. Tranquilize-se e seja feliz.

E...


tempo, tempo, mano velho....


Com organização e tempo, acha-se o SEGREDO 
de fazer TUDO e bem feito!

... mas o pior é criar paradigmas, que te impeçam de alcançar seus objetivos reais, nesta vida!

Um budista não vive resignado (conformado), porque a própria filosofia budista, nos ensina que não viemos a este mundo para manifestar doenças, misérias e desarmonias de quaisquer tipos. A filosofia budista me ensinou que somos parte de um todo, de um único corpo, supremo, imaculado, e acima de qualquer coisa, de uma energia inteligente, capaz de transformar todas as coisas que interrompa o ciclo natural, da nossa evolução espiritual. E foi com a própria filosofia budista, que apreendi que ninguém é coitado, tudo que nos acontecem nesta vida, é meritório, sejam coisas boas ou ruins (dependendo do seu carma). Pois para cada ação haverá sempre uma reação, e não há nenhuma outra realidade, capaz de superar esta máxima, pelo menos no meu ponto de vista. Pode até ser que algumas pessoas deste planeta, prefiram acreditar e atribuam tudo que lhes acontecem em suas vidas, a um único ser, que supostamente é onipresente e onipotente, deixando de policiar suas próprias atitudes e pensamentos. Mas tais pensamentos errôneos são contraditórios, pois descarta a outra máxima, que diz que nascemos com o poder do livre arbítrio. Se temos o poder do livre arbítrio, por que deus interferiria em nossas vidas? Tá faltando muita lógica, nas coisas que a humanidade diz acreditar, saiba que podemos acreditar até numa mentira, quando estas são contadas com habilidades. E muitos preferem viver desta forma cômoda, cruzando seus braços a espera de um “milagre” acontecer. Pois é fácil ignorar o fato de termos que assumir, as nossas formas divinas, e o compromisso de mudar este mundo, para o melhor. Afirmando insanidades, acreditando que tudo vai melhorar só porque este suposto deus sabe o que faz, e tem muito amor pela gente. Isso explica porque as pessoas vivem de braços cruzados, vivendo apenas de fé, sem tomar nenhuma atitude, quando o mundo inteiro, está cada vez mais próximo do abismo. Você vivencia tudo aquilo que acredita, portanto tenham mais responsabilidades nas coisas que você crê, pois pensamentos errados podem te fazer sofrer por toda a vida. Há um trecho budista que diz; “o homem , vive, sofre e morre pelas suas próprias crenças”. Então ‘repense’ a sua forma de vida, se está sofrendo com alguma coisa, é porque a própria vida, está te informando que é hora de enxergar, o que você sempre teimou não querer ver, por conveniência. Saiba que pior do que acreditar, num deus convenientemente a seu favor, é você criar paradigmas que te impeçam de alcançar seus objetivos reais, nesta vida...

De burgueses todos nós temos um pouco... campeões da liberdade imaginada!

De burgueses todos nós temos um pouco
E outro pouco de poetas e de loucos
E rebeldes todos fomos uma vez

Campeões da liberdade imaginada
Cavalgando rocinantes pela estrada
Repetimos o que Dom Quixote fez...

Nos armamos cavaleiros
Da cruzada do amor
Nos tornamos justiceiros
Seja onde e como for
Uma ideia na cabeça
Um diploma em cada mão
E uma ideologia
Com sabor de religião

Um milhão de preconceitos
Contra quem for diferente
E umas vinte frases feitas
Nivelando a nossa mente

E esse jeito todo esperto
De ser intelectuais
Mas se alguém chega mais perto
Vê poeira e nada mais

Cidadãos bitolados
A verdade ciscamos
E aceitamos somente 
O que agrada os ouvidos
Somos muito atrevidos com Deus
Porque não intervém
E não vem e corrige a burrice dos homens
Doutores de um só livro
Ou de uma teoria
Cuspimos cada dia
No prato que ele temperou

De burgueses todos nós temos um pouco
E outro pouco de poetas e de loucos
E rebeldes todos fomos uma vez

Campeões da liberdade imaginada
Cavalgando rocinantes pela estrada
Repetimos o que Dom Quixote fez...

FOCO!

1 - "A MAIORIA DAS GUERRAS SÃO PERDIDAS POR:
FALTA DE FOCO, DE AUTO-CRÍTICA E HUMILDADE" Lews B.





2 - NÃO VAMOS PERMITIR QUE PARASITEM NOSSA PAUTA:

http://www.brasildefato.com.br/node/13275#.UcE8hKJwTGY.facebook

é o que nossa mídia está querendo fazer, DESVIRTUANDO a luta, 

(...) pontuando ser contra a corrupção e blábláblá...

3 - O PROBLEMA DO MOVIMENTO ANTI-CORRUPÇÃO:

http://papodehomem.com.br/corrupcao/

4 - "O foco é entender a real luta. O real motivo da manifestação. Tudo bem que existem mil problemas no país, mas as pessoas não entendem que essa mudança repentina de opinião do sistema é uma forma de tirar a raiva das pessoas? Eu não vejo diferença de classes, eu vejo um povo cego, por falsas verdades, querendo se fazer protagonista de uma luta que nunca fez questão de fazer parte. E mais uma vez eu aperto a mesma tecla, TIRANDO O FOCO. Esse tipo de postura da espaço para conservadores, pessoas que usam a manifestação para se promover, brigas de partido. O povo tem que lutar, mas o protesto não é uma festa. O estado quer que você pense assim. Os grupos de 5Mil pessoas que estavam lá no começo estavam com bandeiras negras, sem partido, mas com sede de mudança. O povo pode fazer parte disso, só lembrar que se não houver revolta, não irá existir revolução."



5 - "(...)querem sequestrar a pauta das manifestações em prol de seus interesses. Isso ficou claro na mudança brusca de opinião de jornais, de revistas e de figuras notoriamente reacionárias que antes criticavam as manifestações, e agora as apoiam. Ficou mais evidente ainda quando vi a foto de "artistas" com o olho pintado de roxo, em protesto contra a violência policial. Não me consta que esses mesmos "artistas" se pintem de “vermelho sangue” quando a mesma polícia mata os jovens pobres e pretos da periferia. Por isso, digo com todas as letras: a causa de Datena, Arnaldo Jabor, Marcelo Tas, Pondé e esses "artistas" não é a causa pela qual lutamos. Eles apenas mudaram de posição porque viram que a manipulação ideológica tem limite e que as pessoas não ficariam apenas na petição online. Pense: eles se dizem contra a corrupção dos políticos, mas se calam quanto à corrupção de empresas privadas; eles reclamam da má qualidade do serviço público, mas são favoráveis à privatização e contra o aumento dos impostos dos mais ricos; eles estão "cansados da violência", mas nada dizem sobre a violência cotidiana a que a população pobre - em especial negros, mulheres e gays - estão expostos; eles são contra a "gastança de dinheiro público" apenas quando se trata dos programas sociais, mas não veem problemas quando o BNDES financia empresas privadas a juros baixos; eles se dizem contrários ao aumento da passagem, mas acham absurdo falar de “tarifa zero” – mesmo sendo algo juridicamente possível. Então, meu caro, não seja idiota: essas pessoas não querem o mesmo que você. Elas não PODEM querer o mesmo que você, pois os privilégios que têm dependem de quão ruim a sua vida continuará a ser. Conservadores, por óbvio, querem conservar e não transformar. Por isso, não é por vinte centavos. É pela construção de um horizonte político que estas pessoas não querem, mas que você precisa acreditar ser possível. Elas não são nossas aliadas. Definitivamente, não são."

"Verás que um filho teu não foge a LUTA!"

Desculpe o TRANSTORNO, estamos mudando o país!

"ABAIXA A TARIFA, E PÕE NA CONTA DA FIFA"

MOVIMENTO PASSE LIVRE - ENTREVISTA NA CULTURA





ESTAMOS ACORDANDO!
Isso, com certeza, é só o começo...

A humanidade ainda tem pela frente muitos desafios...

Mas a chave para solucionar todos os problemas — seja para edificar uma paz duradoura, seja para proteger o meio ambiente, seja para superar crises econômicas — está em nos despojar de toda a apatia e ideias preconcebidas que nos fazem enxergar a situação como uma realidade implacável ou insolúvel.
Tenho firme convicção de que os problemas causados pelos seres humanos podem ser resolvidos pelos seres humanos.
Precisamos ativar e evidenciar o infinito potencial que existe em nós e usá-lo em prol da felicidade da humanidade.
A filosofia da SGI é a filosofia da esperança e da coragem que torna isso possível.
É a filosofia da benevolência que revela o caminho da felicidade genuína para todas as pessoas.

Liberdade

E você que de nós desacreditou
Que pensou que não tinhámos poder
Repare que a nossa luta
Apenas começou!

Marcharemos hoje e amanhã
Marcharemos por todo ano, por toda vida
Se for essa nossa única saída

Tomaremos as ruas da cidade
Tomaremos as praças públicas
Tomaremos de volta nossa dignindade
Nossa liberdade banida


O filho teu não foge a luta
Somos um povo que trabalha
Que sustenta essa nação
Somos mais que futebol
Carnaval, televisão...
A união é nossa arma
E unidos agora estamos
Lutando pela liberdade
Seguiremos caminhando!

A realidade é dura! Ou encara, ou...?


Não há ninguém neste mundo
que possa navegar pela vida
sem quaisquer dificuldades...

A menos que tomemos a ação para a felicidade
não irá simplesmente vir até nós.

A realidade é dura!

É por isso que, em vez de permitir-nos ser lançados
ao redor de nossas circunstâncias,
devemos escolher a encarar a realidade de frente,
 usando tais lutas para fortalecer nossas vidas.

Quem aparecia? As ideias...

Acordei tarde... mas o que eu posso fazer se eu começo a trabalhar na madrugada?
Bem isso, não fiquei no bate-papo, vendo fotos no face, ou assistindo vídeos no youtube
(até porque estava sem internet há 3 dias...)
Só escrevia, escrevia, e vinha ideias... e lia, escrevia, relia, e mais ideias...
tão ofegante, escrevia, excitante, lia, delirante, relia... inspiração que não acabava mais...
e as ideias não paravam de aparecer... quem aparecia? As ideias!

05.06.2013

De burgueses todos nós temos um pouco... campeões da liberdade imaginada!

De burgueses todos nós temos um pouco
E outro pouco de poetas e de loucos
E rebeldes todos fomos uma vez

Campeões da liberdade imaginada
Cavalgando rocinantes pela estrada
Repetimos o que Dom Quixote fez...

Nos armamos cavaleiros
Da cruzada do amor
Nos tornamos justiceiros
Seja onde e como for
Uma ideia na cabeça
Um diploma em cada mão
E uma ideologia
Com sabor de religião

Um milhão de preconceitos
Contra quem for diferente
E umas vinte frases feitas
Nivelando a nossa mente

E esse jeito todo esperto
De ser intelectuais
Mas se alguém chega mais perto
Vê poeira e nada mais

Cidadãos bitolados
A verdade ciscamos
E aceitamos somente 
O que agrada os ouvidos
Somos muito atrevidos com Deus
Porque não intervém
E não vem e corrige a burrice dos homens
Doutores de um só livro
Ou de uma teoria
Cuspimos cada dia
No prato que ele temperou

De burgueses todos nós temos um pouco
E outro pouco de poetas e de loucos
E rebeldes todos fomos uma vez

Campeões da liberdade imaginada
Cavalgando rocinantes pela estrada
Repetimos o que Dom Quixote fez...

Todos temos um potencial ilimitado...

e, todos temos um poder extraordinário, que se chama intuição!
É só uma questão de acreditar, e principalmente escutar a voz interior. O problema é que as pessoas perderam a confiança em si mesmas, ou o que pode ser pior, perderam a fé nas suas próprias capacidades de vencer. Desacreditadas em si mesmas, elas se esqueceram, numa forma de orientação poderosa, comum a todo ser vivo deste planeta, chamado intuição. As pessoas sábias agregam os conselhos alheios, com as suas próprias intuições, fazendo desta uma poderosa ferramenta, para crescer nesta vida. Infelizmente a grande maioria da população deste planeta, não tem consciência do que elas mesmas são capazes de realizar, se ouvissem mais a voz que vem de dentro, como é a intuição, não viveriam as suas vidas infelizes, por não conseguir desvencilhar as atribulações mundanas. Nas varias literaturas sagradas e filosofia de vida, que li até hoje, compreendi que o homem tem tudo que necessita dentro de si, para viver esta vida mais plena. O grande erro das pessoas neste mundo, e o grande problema existencial, é que pensamos ou aceitamos o conceito errôneo, de que para ser alguém precisamos ter, quando na verdade, só precisamos ser. Quando acreditamos, e passamos a ser o que realmente desejamos nos tornar, a nossa mente se abre e com os nossos horizontes expandidos, você conseguirá superar todos os tipos de vicissitudes desta vida. Conjecturo que a intuição venha das nossas almas, e que as nossas almas capte de alguma forma, as orientações que vem deste imensurável e insondável universo. Pois acredito que somos parte de uma força maior, não apenas uma mera criação, como uma cópia imperfeita e incapaz, de realizar qualquer coisa neste mundo. Nós não viemos a este mundo para manifestar doenças, misérias ou desarmonia qualquer, viemos concretizar e comprovar as nossas verdadeiras condições divinas. Portanto fale pouco e escute mais as pessoas e o mundo, mas principalmente, escute a sua voz interior, e faça desta uma poderosa ferramenta de sabedoria, para transcender quaisquer tipos de barreiras!

Amar sem ver se vai doer...

Nada que eu diga nessa canção,
Mostra ou explica meu coração...
Sem mais saber como dizer,
Frases perdidas me levam ao chão,
Você me leva sem direção!
Vou pro seu mundo e vivo essa viagem,
Por um segundo eu fico é só de passagem,
Miragem...
Vai conhecer o prazer o melhor,
Sabor de amar,
É descobrir, poder ver o que existe,
Além mar,
E nessa viagem eu sinto, meu mundo mais colorido,
E agora eu já não sei mais onde vai parar, eu digo...

Se um dia eu não souber amar,
Não puder cantar,
Pelo seu melhor,
Nesse dia eu não serei mais eu,
Só serei um ser, triste ao meu redor.

O GRITO da própria MENTE de la Mancha!


"A liberdade, Sancho, não é um pedaço de pão!"
- gritou Dom Quixote de la Mancha



Tal e qual Dom Quixote, enfrentava monstros, gigantes, fantasmas,
mas mal sabia ele que eram todos:
roupas esquecidas em baixo da cama,
árvores velhas arranhando a janela 
e lençóis brancos balançando no varal.



Mal sabia que o que EU enfrentava eram assombros do passado, 
escondidos em peças de roupa 
ou atrás de elementos da natureza...


Mal sabia que o maior vilão se escondia 
em sua própria cabeça!


"O medo é que faz que não vejas, nem ouças porque um dos efeitos do medo é turvar os sentidos,
e fazer que pareçam as coisas outras do que são..." (D. Quixote)

... nossa missão é que todos sejam bem vividos!


Eu vivia com pressa para ser feliz, mas com muito medo de arriscar. Tantas vezes me vi confiante, que todas as vezes que caí não foram o suficiente para me abalar. Hoje, eu acredito naquela velha regrinha, “siga seu coração”.
Não vou questionar quem não conseguiu seguir e nem ir pelo mesmo caminho dos que já foram, eu quero um caminho novo, onde por lá passe somente pessoas que me fazem bem e que querem encontrar o mesmo que eu, a felicidade! Alguns medos ainda me acompanham, mas faço deles o apoio para que eu não esqueça o que é correto é pra mim.
Não vou me esconder por trás de palavras e nem camuflar o que sinto. Afinal, a maioria dos momentos dessa vida se vive só uma vez e nossa missão é que todos sejam bem vividos...

SEMPRE TEM ESPAÇO NO AMOR


Tinha sete anos quando meu pai saiu de casa.

Foi minha maior solidão.

Concluído o almoço, ia ao seu armário mexer nas roupas que ficaram do divórcio.

Reconstruía o pai na cama de casal.

Por ordem, colocava a boina, a camisa de linho, a gravata sobre a camisa, a calça, o cinto, o carpim e os sapatos.

Era meu quebra-cabeça em tamanho natural.

Conversava longamente com seu traje estendido no lençol, imaginando que meu pai sesteava.

Um dia minha mãe me pegou falando com os tecidos.

– O que você está fazendo, Fabrício?

– Nada, passando roupa. Brincando de passar roupa.

Eu brincava de ser filho, no fundo. Brincava de saudade. Brincava de reconciliação.

Lembrei dessa cena da infância ao separar metade de meu armário para uso de minha namorada.

Nunca tive problema em ceder território. Prefiro oferecer as prateleiras. Não sou fã do vazio.

Retirar minhas coisas é me selecionar. Não sofro com o ato, não é nenhuma renúncia.

É a alegria de mostrar que a minha vida estava incompleta mesmo, que ela veio me preencher.

Enfrentei várias mudanças nos meus 40 anos.

Já partilhei quarto com dois irmãos, onde tinha direito a somente três gavetas para encaixotar a minha tralha. Como é que comprimia a adolescência em pequena cômoda? E ainda sobravam frestas para esconder os gibis.

Depois ganhei um quarto sozinho e espalhei as roupas e ocupei todo o compartimento. Tampouco compreendia como guardava tudo em três gavetas e em seguida faltava espaço com o armário inteiro livre. Aquilo me intrigava. Redobrei atenção nas aulas de Física, porém a poesia é que solucionou o desafio.

Na vida adulta, após morar sozinho e acompanhado, solteiro e casado, fui entendendo que tenho mais espaço na estreiteza. Eu me organizo melhor na generosidade. Eu me penso melhor quando divido. Eu me cuido melhor quando alguém está comigo...

Não tenho interesse em ganhar um closet, desfrutar de um quarto aos casacos ou aos sapatos.

Independência é conviver feliz dentro da intimidade.

A ambição é deixar que minhas roupas casem também com as roupas dela, que nada fique isolado e casmurro, perdido e avulso.

Hoje estiquei a blusa da namorada na cama.

Melhor sentir saudade na presença do que na ausência.

Vou fingir que estou passando roupa de novo...

sair de cena!

...e é quando você não desiste...
mas sabe a hora de sair de cena! (M.S.)


"Quem tenta ajudar uma borboleta a sair do casulo a mata.
Quem tenta ajudar um broto a sair da semente o destrói.
Há certas coisas que não podem ser ajudadas.
Tem que acontecer de dentro para fora."

P-e-d-i-n-t-e-a-t-e-n-ç-ã-o


 O pedinte esticava a mão,




Todos que passavam diziam "Hoje não".

Mas o que ninguém percebia...
É que ele não pedia dinheiro,


Pedia atenção!

O que elas esperam deles?

Homens precisam passar segurança. Não precisam ser fortes ou algo assim. Podem ser baixinhos, gordinhos e com pouco talento para as artes marciais. Mas precisam passar segurança ao entrelaçar os dedos na gente, meio que como nos gritassem que tudo vai dar certo.
Homens precisam ter um colo paterno, mas saber que não são nossos pais. Homem é um misto de irmão mais velho cuidadoso, irmão mais novo implicante e primo safado do interior.
E para nós, mulheres, detalhes nunca são meros detalhes – sempre são enormes e significativos. Aquele bilhetinho deixado quando você saiu mais cedo para trabalhar, aquela hora em que você me ligou só para me lembrar do meu anticoncepcional, quando você tira as cebolas das pizzas porque sabe que eu não gosto ou nas horas em que você coloca a mão na minha coxa enquanto dirige – ou até mesmo quando dorme como um fóssil no banco do carona, nas horas em que a gente reveza a direção...
Para me agradar, não me dê flores, chocolates ou ursinhos de pelúcia. Me dê cartões. Escreva coisas estúpidas e bobas que me farão rir como uma criança. Depois disso você pode comprar flores, chocolates e ursinhos. Você pode até me dar um helicóptero todo rosa pink, com minhas iniciais na porta. Mas se não tiver um cartãozinho surpresa com teus garranchos, não será a mesma coisa, entende?
Outra coisa que homem tem que ter é pegada. Mas não achar que pegada significa arrancar tufos do meu cabelo. Tem que saber apertar meu rabo de cavalo sem tirar nenhum fio dali. Vai por mim, homens que machucam demais na hora da transa não são bons de cama. Homem tem que ser atencioso, seja para perceber que cortamos dois dedos do cabelo ou para distinguir nossos gemidos de “tente mais um pouco” e de “não para... continua, continua assim...”.
Homens não precisam ser um Fred Astaire, mas é importante que tenham a coragem de nos tirar para dançar. E não menos importante: que não tenham vergonha caso nós o tiremos para dançar – afinal, não vim a esse mundo necessariamente para ser escolhida. No momento da valsa, é de bom tom que eles nos carreguem pela mão e nos unam em teu corpo. Porém, corpo não é tudo. Gosto de homem -cabeça. Os homens quem leem são mais interessantes. E ser interessante vale mais do que olhos azuis e peitoral malhado. Surpresas também sempre são bem-vindas, caros homens. Seja um SMS bonitinho enquanto estou numa aula chata ou me levar aquela trufa de marula que você sabe que eu adoro. Entendam que presentes não são o preço que custaram. Como próprio nome já diz, presentes são para fazer presença. Então, quanto mais eu fizer presença em tua vida, saberei que faço parte dos teus dias também, assim como você faz dos meus. Em dias nublados, homens, é uma boa estratégia sair com casacos, mesmo que não estejam sentindo frio. Hormonalmente, mulheres sentem mais frio do que os homens – e é por isso que o seu casaco extra pode ser importante nesses momentos. Mas não se esqueçam de nos abraçar. Melhor do que casaco de lã é par de braços perfumados. Sorria das minhas caretas, mas sem deboche.


E me faça sorrir também. Homens precisam saber nos fazer sorrir – mesmo que não sejam exímios contadores de piada. Cada um tem a sua arma provocadora de riso: sejam as cócegas, as caretas, se sujar ao lavar a louça ou comprar o box de The Big Bang Theory. Mas me faça sorrir.
Entenda que chave para o coração de uma mulheres está nas gargalhadas que ela solta ao seu lado!

De-pressa... Passa-tempo...

O tempo, depressa...
O tempo passa depressa...
O tempo, corre, depressa...
O tempo passa, corre depressa...
Passa, tempo, depressa, corre!

desviavam, dessa, deixaria, diferentes...


Hoje o dia acordou com uma cor totalmente diferente, meus batimentos quase nulos me faziam lembrar que eu ainda tinha um coração. Apesar de todas as controvérsias, ele batia por uma única pessoa, tão diferente, tão intenso, tão meu.

Mas, as estações pareciam estarem ao contrário...


Os nossos planos desviavam um dos outros e nossos caminhos insistiam para serem diferentes, mas eu não deixaria que isso acontecesse novamente, não dessa vez.

Estar entre um abraço sincero, escutar palavras que acalmam, dar aquela risada inesperada, escrever palavras com nexo, suspirar do nada, chorar de alegria, sentir o coração aos pulos, se encontrar em cada estrofe de uma música e pensar "tem algo melhor que isso?"

É isso que me faz ter certeza do que sinto. É você que me trás algum sentido entre esse emaranhado de problemas. É esse sentimento que me dá força pra seguir, quando o restante me faz parar. É o brilho dos meus olhos que me faz entender o quanto tudo isso é puro, é real, é só nosso.

Não consigo evitar o medo e nem fugir da insegurança, quando gostamos muito de algo/alguém, imaginar que ao amanhecer tudo aquilo que o ontem deixou pode não estar mais ali, se transforma em um pesadelo. Porém, eu sei que isso vai além de todas as palavras negativas que os envolvem.

no fundo eu sei, que apesar de tudo você vai estar ao meu lado, sempre...

Será que é por ali?



"Uma probabilidade razoável é a única certeza."

"Roots Before Branches"

Tantas coisas para fazer e dizer, 
mas eu não consigo encontrar uma maneira
Mas eu quero saber como
Eu sei, eu estou destinado à outra coisa
Mas primeiro eu tenho que me encontrar
Mas eu não sei como...

Oh, por que
Eu alcanço as estrelas
Quando eu não tenho asas
Para me levar tão longe?

Eu tenho que ter raízes antes de ramos
Para saber quem eu sou
Antes de saber quem eu quero ser
E fé, para arriscar
Para viver como eu vejo
Um lugar no mundo para mim

Às vezes, eu não quero sentir
E esquecer que a dor é real
Coloque minha cabeça nas nuvens...


Ah, começo a correr e então eu caio
Pensando que eu não posso ter TUDO
Sem meus pés no solo...

Há sempre uma semente
Antes de ter uma rosa
Quanto mais chover
Mais eu irei crescer

Tudo que vir, 
eu sei como enfrentar
Aprenda a ser forte
Eu não vou ter que fingir
Oh, você está entendendo?!

Ah, mas quando você vem e faz melhor
Não há nada para parar de leste a oeste

(Não tenho certeza se isso é certo)
Mas eu ainda vou, estar de pé
Eu estou de pé!

Eu tenho que ter
Raízes antes de ramos!

Oh, menino...

Estava tão empolgada com aquele pequeno encontro... já estava imaginando como poderíamos matar a saudade nesses poucos minutos que nos veríamos... Sorriso estampado no rosto, subo correndo as escadas da estação... e você se materializa em minha frente... como é bom olhar nos olhos de quem se ama... Um abraço, um beijo e... até que aquilo que eu estava pensando aconteceu ... tive uma percepção, que hesitei em acreditar... disfarçar... fingir... transparente... mas estava ali!
Confusa, comecei a ter vários pensamentos... não quero cometer nenhum "deslize"...
Meu pai já está a me esperar..."Vou embora!"

Em novembro de 2012

Um, dois, três coisas

De tudo, ficaram três coisas:

a certeza de que ele estava sempre começando,
a certeza de que era preciso continuar
e a certeza de que seria interrompido antes de terminar...

Fazer da interrupção um caminho novo... um  novo caminho... caminho um, novo!

Fazer da queda um passo de d-a-n-ç-a
                                  
                                        do medo uma es
                                                                         ca 
                                                                               da, 

                                    n
                               o      t
do sono uma p                  e,



                           da procura um        EN >>>      <<< CONTRO...

Ao meu lado... um arteiro!

Por muitas vezes eu apenas necessitei de um abraço de apoio, de um olhar de incentivo e de um gesto de carinho. Não necessitei de coisas caras, de amigos de momentos, de frases já escritas, muito menos de sentimentos já decifrados...


Na verdade, a gente sempre quer algo novo, por mais que os personagens sejam os mesmos. Queremos é alguém do nosso lado, pra poder dividir em qualquer momento o que pensamos e desejamos... Bem lá no fundo, apenas precisamos de alguém que nos estenda a mão e caminhe ao nosso lado, por um bom tempo!

Como seria arrumar uma mala pra vida toda?

Há um pensamento que diz que: "A vida não passa de uma viagem de trem, cheia de embarques e desembarques, alguns acidentes, agradáveis surpresas em muitos embarques e grandes tristezas em alguns desembarques."
Se a vida é uma viagem, e nós somos todos passageiros de um trem, temos direito a algumas bagagens?! Algumas pessoas conseguem viajar apenas com o que é realmente necessário.
Às vezes cabem em uma bagagem de mão, outras em uma mochila, às vezes até em uma necessaire, mas é sempre uma mala pequena e com um conteúdo restrito e necessário a fim de não atrapalhar o deslocamento... Outros viajantes acabam por exceder o limite permitido e precisam pagar uma taxa pelo excesso de peso! 
Nem sempre vale a pena!
Outros simplesmente não conseguem desapegar de velhos sentimentos e lembranças e fazem de tudo para carregar a vida toda em uma mala, por vezes sem alça, que atrapalha na hora de apreciar o caminho. Tem gente ainda que insiste em colocar tudo em um baú e torcer para permitirem que coloquem no trem. Há a esperança de que cada coisa que sentir saudade poderá ser encontrado ali dentro. No fundo não sabemos bem o que levar. Já é tão difícil definir o que levar para um final de semana na praia, já pensou em como seria arrumar uma mala para a vida toda?

Vou viver o melhor que eu puder!




Morre lentamente ...

quem não viaja,
 quem não lê, 
quem não ouve música 
e quem não acha graça de si mesmo!